Bem-Vindo à Página Oficial da
Liga dos Combatentes


 

 








 

 

 

 

 








 
 

 

 

 

  Notícias

Musical «Uma vez Combatente…»


10.06.2019 - No passado dia 10 de junho, Dia de Portugal e das Comunidades, no Espaço Vita, em Braga, aconteceu o tal musical, apresentado brilhantemente pelos petizes da Cooperativa de Ensino Artístico que tiveram a responsabilidade de levar, a quem assistia, a fazer uma viagem vertiginosa no tempo, revisitando um pouco da nossa História.Eles, a neta e o avô, numa partilha incessante de emoções; a filha que ajuda o pai devastado pelas memórias; as mães dos  Soldados que anseiam pela chegada dos filhos; os cenários de guerra e o que restou; as memórias; as marcas permanentes; os testemunhos; as imagens; homenagearam desta forma todos, os Heróis da nossa História. 


Este espectáculo enquadrou-se no âmbito das Comemorações do Centenário da Grande Guerra e, nasceu de uma ideia que rapidamente tomou forma pela vontade do Núcleo de Braga da Liga dos Combatentes e o apoio incondicional da Camara Municipal de Braga, na pessoa do Vice-presidente Dr. Firmino Marques.

O “Vita” foi pequeno para acolher esta iniciativa que, segundo a Encenadora Dra. Sónia Sousa, tratava um tema fraturante e demasiado sério. No entanto, com a sua mestria e com a representação genuína e inocente dos jovens futuros atores, puderam mostrar as dificuldades passadas pelos nossos bravos Combatentes de uma maneira intensa mas ao mesmo tempo, quase que, de forma angelical, contribuindo para o equilíbrio da peça. Fantástico! Foi a palavra mais ecoada pela numerosa assistência.

No final, após as palmas de agradecimento, de pé, de todos os que tiveram a sorte a poder assistir a tamanha representação e, a respectiva vénia dos 35 atores, a responsável pela pesquisa e escrita, a Sónia, como gosta de ser tratada, agradeceu o desafio e a todos os que, de alguma maneira, a apoiaram na elaboração deste projecto, não esquecendo de mencionar, o talento e sensibilidade do compositor e músico Joel Freitas, que conseguiu um enquadramento perfeito de todos os temas musicais, dando vida aos poemas “apanhados” num livro escrito pelo TGen Joaquim Chito Rodrigues, Presidente da Direção Central da Liga dos Combatentes.
Para terminar e em jeito de agradecimento, o Presidente da Liga dos Combatentes agradeceu, à autarquia local o apoio prestado, ao Núcleo da cidade, pela ousadia, enaltecendo a coragem da encenadora em tratar de um tema tão difícil, de uma maneira tão única.