Bem-Vindo à Página Oficial da
Liga dos Combatentes


 








 

 

 

 

 








 

 
 

 

 

 

  Notícias

Presidente da Liga dos Combatentes, General Joaquim Chito Rodrigues agraciado com o Colar de Honra ao Mérito Desportivo.


Diário da República - II Série - N.º 125, de 30.06.2015 - Despacho n.º 7138/2015 - Considerando os relevantes serviços prestados pelo senhor Tenente-General Joaquim Chito Rodrigues à causa desportiva em geral e à esgrima, em particular, quer como dirigente associativo e federativo, quer em ações em prol do desporto; Considerando que, sob a direção do senhor Tenente -General Joaquim Chito Rodrigues, Portugal obteve resultados de grande prestígio que muito ajudaram a afirmar a modalidade de esgrima e o desporto nacional no plano internacional; Considerando os serviços prestados como dirigente desportivo a nível nacional, em particular quando exerceu funções como presidente do conselho técnico da Federação Portuguesa de Esgrima (1972 -1973), presidente da Federação Portuguesa de Esgrima (1980 -1982), presidente da assembleia geral da Federação Portuguesa de Esgrima e representante desta federação no Comité Olímpico de Portugal (1980 -2001);


Considerando a carreira de dirigente desportivo a nível internacional, em que se destaca a presidência da Confederação Europeia de Esgrima (1992 -1996) e a participação na comissão de Promoção e Publicidade da Federação Internacional de Esgrima (1980
-2001), tendo sido o português com maior longevidade como membro eleito da Federação Internacional de Esgrima;

Considerando a publicação de vários livros da sua autoria na área do desporto, como “Combate corpo a corpo” (1961), “Segredos da guerra e da paz” (1999), e “Manual de autodefesa” (2000);

Considerando que, durante a sua carreira desportiva, foi campeão nacional de todas as categorias (1961 -1973), nas três armas (Florete, Sabre e Espada), bem como campeão nacional universitário e campeão do exército (1957 e 1958), tendo ainda representado Portugal como atirador olímpico nos Jogos Olímpicos de Roma (1960), entre várias competições internacionais;

Considerando que mereceu a atribuição de várias distinções nacionais e internacionais, não apenas no plano desportivo, o que patenteia a consideração e o respeito pelo trabalho desenvolvido pelo senhor Tenente--General Joaquim Chito Rodrigues, destacando -se, no plano desportivo, a medalha de ouro da Federação Internacional de Esgrima e o prémio de carreira desportiva do Comité Olímpico de Portugal no ano 2000.

Considerando que a sua longa, prestimosa e diversificada carreira é um exemplo de brio profissional, vontade, determinação e contributo excecional em prol do desporto em geral e da esgrima em particular, a nível nacional e internacional;


Determina -se:

É concedido o Colar de Honra ao Mérito Desportivo ao senhor Tenente--General Joaquim Chito Rodrigues, nos termos dos artigos 5.º e 6.º do Decreto -Lei n.º 55/86, de 15 de março.18 de junho de 2015.


O Secretário de Estado do Desporto e Juventude, Emídio Guerreiro.



Confirmando o seu interesse pela causa desportiva, nomeadamente pela Esgrima, o General Joaquim Chito Rodrigues foi em 2007 o fundador da Sala de Armas da Liga dos Combatentes. A equipa composta pelos atiradores Gen. Joaquim Chito Rodrigues, TCor Álvaro Diogo, Carlos Carrera e Jorge Martins conquistou o 3.º Lugar do Campeonato de Exército em 2008, em Mafra (CMEFD).