Bem-Vindo à Página Oficial da
Liga dos Combatentes


 
 
 

 

 

 








 
 

 

 

 

  Notícias

A 166ª Conferência da Tertúlia “Fim do Império”


21.03.2017 - Realizou-se no dia 21/03/17, na Galeria Municipal Verney, em Oeiras, mais uma conferência, integrada na Tertúlia “Fim do Império”, que constituiu a 166ª, deste ciclo de conferências. Desta vez o tema em debate referia-se à apresentação do livro intitulado Caminhos…dos Valores, da Guerra e da PAZ, da autoria do General Joaquim Chito Rodrigues, Presidente da Liga dos Combatentes. Iniciou a sessão o Superintendente Isaías Teles, Presidente do Núcleo de Oeiras/Cascais, da Liga dos Combatentes que, numa breve intervenção, deu as boas vindas aos convidados agradecendo a sua presença.


A apresentação do livro esteve a cargo do General Carlos António Corbal Hernandez Jerónimo, antigo Chefe do Estado – Maior do Exército e também autor do prefácio que, numa síntese bem elaborada começou por recordar o interesse manifestado, em tempos, pelo autor no apoio à sua obra, no sentido de passar a ser divulgada pelas escolas para sensibilização e contribuição da formação cívica da comunidade escolar. Mais adiante, e porque se trata de um livro de poesia, afirmou que esta forma de expressão é uma arte de fazer sentir à “flor da pele a mais sentida sensibilidade”. Estabelecendo alguma analogia entre o título da obra e a disciplina de Topografia, que fez parte do seu currículo académico, a designação Caminhos fazia recordar-lhe os caminhos de pé posto, carreteiros, etc. que em Topografia lhe eram familiares, mas que naquele contexto ganhavam outro significado.

Usou depois da palavra o representante da editora Ancora, Dr. Batista Lopes, que na oportunidade recitou o poema Ditosa Pátria Minha Amada, um dos poemas que integram o livro, para caracterizar uma das facetas do General Chito Rodrigues, afirmando que aquela data era também importante por coincidir com o Dia Mundial da Poesia.

Seguiu-se no uso da palavra o autor, que ao começar por agradecer a presença de todos, realçou o facto de ter sido a primeira vez que um livro de poesia era apresentado na Tertúlia Fim do Império. Terminou a declamar vários poemas constantes da sua obra, com a particularidade de introduzir um pequeno enquadramento, em cada um deles, para contextualizar a sua origem.

Interveio também a representante da Câmara Municipal de Oeiras, Dr.ª Maria José Rijo, para enaltecer a existência deste projeto, referindo que a obra ora apresentada representava “uma pedrada no Charco, pela irreverência poética que a mesma continha.

O General Sousa Pinto, na sua curta intervenção sublinhou que não obstante a existência de vários autores que nas Forças Armadas se dedicam a esta vertente literária, realçou as qualidades poéticas do autor, com vários livros já publicados versando esta temática.

O painel era constituído, para além do General Chito Rodrigues; pela Dr.ª Maria José Rijo, representante da autarquia oeirense; pelo Dr. António Batista Lopes, representante da editora; General Carlos Jerónimo e pelo Coronel Barão da Cunha, grande impulsionador e coordenador da Tertúlia.

Importa salientar que este evento contou com a presença de elevado número de interessados, contando-se na assistência vários oficiais superiores e generais, camaradas e amigos do autor, bem como outros amigos e representantes do CEME e do Comandante - Geral da GNR, destacando-se também a presença do General Ramalho Eanes, seu amigo de longa data e camarada de curso da antiga Escola do Exército.