Bem-Vindo à Página Oficial da
Liga dos Combatentes


 
 
 

 

 

 

 

 








 
 

  Notícias

General Joaquim Chito Rodrigues em entrevista ao DN


A guerra em África foi um momento marcante na vida dos militares portugueses? Absolutamente marcante. Que começou violentamente em Angola a 15 de Março de 1961, de tal maneira que a população portuguesa reagiu quase da mesma forma como reagiu há tempos com Timor!


Model Troia 2011, 13.º encontro internacional de modelismo, no Forte do Bom Sucesso


O Clube ModelTroia (CMT) tem vindo a organizar anualmente um Encontro Internacional de Modelistas, o qual se realizará este ano no Forte do Bom Sucesso, no dia 19 e 20 de Março de 2011. Actualmente na 13.ª edição, esta festa do modelismo iniciou-se em 1999 no Pavilhão de Congressos de Tróia.


Liga dos Combatentes tenta localizar os restos mortais dos militares ao serviço de Portugal


05.03.2011 - Para Angola, lentamente, à procura dos mortos da guerra colonial - Pedimos aos leitores sugestões de histórias que gostassem de ver nos 21 anos do PÚBLICO. Venceu o Museu do Combatente e os 50 anos do início da guerra do Ultrama. No livro de honra da Liga dos Combatentes, o embaixador de Angola em Lisboa, José Marcos Barrica, deixou escrita pelo seu punho uma promessa que vai ao encontro de um projecto iniciado há sete anos: tudo fazer para que Portugal possa procurar os militares que ficaram sepultados em Angola.


Macau nos Anos da Revolução Portuguesa 1974-1979 de Garcia Leandro


10MAR2011 - O Centro Científico e Cultural de Macau e a Gradiva têm o prazer de convidar V. Exª para o lançamento da obra Macau nos Anos da Revolução Portuguesa 1974-1979 de Garcia Leandro. O evento será presidido pelo General Ramalho Eanes e a obra apresentada pelo Doutor Almeida Santos. A sessão de lançamento terá lugar no dia 10 de Março, pelas 18H30 no auditório do Centro Científico e Cultural de Macau.


50 Anos da Guerra do Ultramar


27.02.2011 - No domingo, 27 de Fevereiro, o Câmara Clara, programa cultural da RTP2, tratou o tema 50 ANOS DA GUERRA COLONIAL. Paula Moura Pinheiro conversou com Adriano Moreira e Joaquim Furtado. 50 anos depois do início da Guerra Colonial, Adriano Moreira, o Ministro do Ultramar em 1961, e Joaquim Furtado, o realizador de A Guerra, o trabalho mais completo e aclamado sobre a Guera Colonial juntaram-se no Câmara Clara.


Museu do Combatente e os 50 Anos sobre o início da Guerra do Ultramar foram os mais votados


O jornal PÚBLICO escolheu entre vários temas recebidos para uma votação online, em parceria com os leitores  cinco temas com o objectivo de preparar a edição do seu 21.º aniversário. Das cinco histórias seleccionadas foi escolhida pelos leitores a história sobre o “Museu do Combatente e os 50 anos sobre o início da Guerra do Ultramar”, com um total de 1020 votos (60.5%). A votação decorreu entre 22 e 27 de Fevereiro.


Sessão evocativa do 50.º Aniv.º do início dos conflitos em Angola no museu do combatente


18.02.2011 -  Conforme previsto, decorreu a última sessão desta primeira evocação ao esforço da nação portuguesa e das suas forças armadas na guerra do ultramar. Mais uma vez se partilharam memórias, desta vez evocando o 50.º aniversário da invasão do então Estado da Índia Portuguesa. O Embaixador Magalhães Colaço abordou o tema “A Queda da Índia Portuguesa” em que com base na sua longa experiência diplomática, analisou o factor diplomático inerente ao problema da Índia ressaltando da sua exposição e mais uma vez o desajuste entre o pensamento e a acção política de então. Sublinhou ainda um facto novo: A inconstitucionalidade do Tratado.


Semana Evocativa da Guerra do Ultramar no Museu do Combatente


11.02.2011 - Iniciou-se no dia 11 de Fevereiro e decorreu até 18 do mesmo mês, no Museu do Combatente, no Forte do Bom Sucesso a semana evocativa da Nação Portuguesa e das suas Forças Armadas na Guerra do Ultramar, por ocasião do 50º. aniversário do início dos conflitos em Luanda.


Dignidade recuperada para quem combateu na Grande Guerra


Trinta e quatro anos separam o mais antigo e o mais novo dos antigos combatentes sepultados no cemitério da Lourinhã, deixado ao abandono durante 25 anos e agora em fase final de recuperação. António Vitorino Caixaria, militar enviado para França na I Guerra Mundial, morreu em 1950 (com 56 anos) e é o mais antigo dos 26 antigos combatentes cujos corpos estão concentrados no talhão da Liga dos Combatentes (LC) naquele cemitério.


Visita à Liga do Embaixador Ensa Djandy, Presidente da Associação dos Combatentes da Liberdade da Pátria da Guiné-Bissau


22.12.2010 - Visitou a Liga dos Combatentes o Presidente da Associação dos Combatentes da Liberdade da Pátria da Guiné-Bissau, Embaixador Ensa Djaly. Foi recebido pelo Presidente da Direcção Central, General Chito Rodrigues, pelo Vice-Presidente, Major-general Fernando Aguda pelo Vogal da Direcção Central, Capitão-de-Mar-e- Guerra, Filipe Macedo e pelo Dr. António Correia do CEAMPS. Entre os vários assuntos que foram debatidos, foi reconhecida a necessidade duma maior cooperação e solidariedade entre as associações de combatentes de ambos os países para estreitamento dos laços de fraternidade e amizade entre os nossos povos.


Liga dos Combatentes apoia Combatentes sinistrados pelo Tornado verificado na região de Tomar


07.12.2010 - Ocorreu na região de Tomar um tornado que provocou grandes danos a nível pessoal e colectivo. O Presidente da Direcção Central solicitou de imediato ao Presidente do Núcleo de Tomar da Liga dos Combatentes para que junto das autoridades locais oferecesse os serviços do Núcleo e determinasse se entre aqueles que sofreram as consequências da calamidade meteorológica, se encontravam combatentes e caso afirmativo se se verificava e justificava a necessidade de apoio.


  1  2  3  4  5  6  7  8  9  10  11  12  13  14  15  16  17  18  19  20  21  22  23  24  25  26  27  28  29  30  31  32  33  34  35  36  37  38  39  40  41  42  43  44  45  46  47