Bem-Vindo à Página Oficial da
Liga dos Combatentes


 

 

 

 

 

 

 








 
 

  ORGANIZAÇÃO >> Resenha Histórica

Após a I Grande Guerra os combatentes, animados  por um são espírito de fraternidade, sentem o imperativo de se associar para defenderem  os seus interesses e ajudarem os inválidos de guerra, as viúvas e os órfãos. Surge João Jayme de Faria Affonso, espírito empreendedor e decidido, que resolve meter ombros a esta árdua tarefa e,
por fins de 1919, dá os primeiros passos no sentido de criar a associação dos combatentes. Esta primeira tentativa não é coroada de êxito. O desalento, a falta de coesão e solidariedade que se notava na Nação, tinham também contagiado os homens da guerra, e o intento de Faria Affonso foi malogrado. Mas este homem persistente e obstinado nas  suas resoluções não desiste.

Em 1921 Faria Affonso renova os seus propósitos, agora ainda com mais coragem e mais esperança no triunfo. Agrega a si o então 1.º tenente Horácio Faria Pereira, aproveitando as suas altas qualidades de inteligência e trabalho e, também, a persistência do tenente Joaquim de Figueiredo Ministro. Constituem-se em comissão, com o apoio entusiástico dos bravos tenentes-coronéis Ferreira do Amaral e Francisco Aragão. Faria Affonso propõe as bases dos Estatutos, que Faria Pereira desenvolve em articulado, e que depois submetem à apreciação de vários combatentes. Em 1923 realizou-se uma reunião magna de onde saíram os primeiros corpos directivos. Em 29 de Janeiro de 1924, pela Portaria n.º 3888, é oficializada a Liga com o nome Liga dos Combatentes da Grande Guerra. Em 16 de Março de 1929 é aprovado o Estandarte da LIGA e autorizado o seu uso em actos oficiais. Hoje, a Liga dos Combatentes é considerada uma Instituição de Utilidade Pública, Instituição particular de assistência e pessoa colectiva de utilidade pública administrativa e Pessoa colectiva de utilidade administrativa geral.


MEDALHA DE OURO DE SERVIÇOS DISTINTOS

Sua Excelência o Presidente da República decreta, nos termos do Artigo 33º, n.º 3 do Decreto-Lei n.º 316/2002 de 27 de Dezembro, o seguinte: É concedida à LC a medalha de Ouro de Serviços Distintos.


LOUVOR

Ao longo dos 82 anos da sua existência, a Liga dos Combatentes tem, como instituição de Utilidade Pública Administrativa, sem fins lucrativos, de ideal patriótico e de carácter social, desenvolvido as suas atividades de forma exemplar, extraordinária e muito distinta ao serviço de Portugal. Porque tem fomentado, em permanência e em qualquer tempo e circunstâncias a exaltação do amor à Pátria e a divulgação, em especial entre os jovens, do significado dos Símbolos Nacionais, bem como a defesa intransigente dos valores morais e históricos de Portugal, tem na mesma linha de atuação assegurado a proteção e auxílio mútuo e a defesa dos legítimos interesses espirituais, morais e materiais dos seus membros.

Síntese dos Serviços prestados a Portugal pelos elementos que a compõem e dos feitos heroicos praticados pela maioria dos seus membros ao longo de todo o Século XX português, em tempo de conflito ou de Paz, a Liga dos Combatentes tem-se perfilado como uma Instituição cujos relevantes serviços prestados ao País merecem o respeito e a gratidão dos portugueses. Na sequência da sua permanente preocupação em Honrar os Mortos por Portugal e dignificar os vivos que se bateram ao seu serviço, com risco da própria vida, a Liga dos Combatentes tem, com êxito, promovido a cultura, o ensino, o trabalho e a solidariedade social em benefício geral do País e dos seus membros.

É assim ato da maior e elementar justiça considerar os serviços prestados ao País pela Liga dos Combatentes ao longo dos seus 82 anos, quer em tempo de Paz quer de campanha, como extraordinários, muito relevantes e distintíssimos.


DECRETO PRESIDENCIAL

Sua Excelência o Presidente da República decreta, nos termos do Artigo 33º n.º 3 do Decreto-Lei n.º 316/2002 de 27 de Dezembro, o seguinte:

É CONCEDIDA À LIGA DOS COMBATENTES A MEDALHA DE OURO DE SERVIÇOS DISTINTOS

07 de Outubro de 2005
O Presidente da República




CONDECORAÇÕES DA LIGA DOS COMBATENTES

Comenda da Ordem Militar da Torre e Espada de Valor, Lealdade e Mérito
Cruz de Guerra de 1ª Classe
Medalha de Ouro de Serviços Distintos
Membro Honorário da Ordem do Infante D. Henrique
Comenda da Ordem de Benemerência
Placa de Honra da Cruz Vermelha



PRESIDENTES DA LIGA DOS COMBATENTES