Cerimónias do Dia do Combatente, no Mosteiro de Santa Maria da Vitória, na Batalha

05.04.2014 - Realizaram-se na Batalha as comemorações do Dia do Combatente (9 de Abril), com uma cerimónia militar que envolveu os três ramos das Forças Armadas e muitas centenas de combatentes. O programa consistia duma missa de sufrágio pelos combatentes falecidos que foi celebrada na Igreja do Mosteiro pelo Bispo – D. Manuel Linda, novo Bispo das Forças Armadas, recepção à Alta Entidade que presidiu às cerimónias, o Chefe do Estado Maior General das Forças Armadas (CEMGFA), General Pina Monteiro e as alocuções do Presidente da Liga dos Combatentes e da entidade que presidiu.

Seguiu-se o desfile das forças em parada, a que se juntaram os estandartes de cerca de meia centena de Núcleos e seis Associações de combatentes. As entidades convidadas entraram depois no Museu das Oferendas, onde o CEMGFA assinou o Livro de Ouro da Liga, com uma mensagem de felicitações ao Presidente da Liga e à Direcção Central pelo sucesso das comemorações. À saída para a Sala do Capítulo os convidados passaram pelos estandartes dos Núcleos e das Associações que se encontravam postados nos claustros do Mosteiro, para que fossem vistos pelas entidades presentes. Seguiu-se a alocução da entidade convidada, este ano o General Espirito Santo, que se pronunciou sobre o tema “A grande Guerra, o Combatente Português e a Liga dos Combatentes”.

No fim da alocução foi feita a deposição de flores no túmulo do Soldado Desconhecido pelas entidades presentes, pela Liga dos Combatentes e pelas Associações de Combatentes presentes, com honras militares em homenagem aos mortos caídos em defesa da Pátria. A cerimónia findou com a Banda da Força Aérea, no jardim do claustro do Mosteiro, a entoar o Hino Nacional. Seguiu-se um almoço de confraternização no Regimento de Artilharia 4 em Leiria, em que estiveram cerca de 600 combatentes e familiares.