Bem-Vindo à Página Oficial da
Liga dos Combatentes


 








 

 

 

 
 
 

 
 

 
 

 

  NÚCLEOS

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z

 

ÉVORA

O Núcleo da Liga dos Combatentes em Évora, foi fundado em 16 de Novembro de 1923, com e nome de "Agência da Liga dos Combatentes do Distrito de Évora," com sede na Rua dos Mercadores nº. 25, numa moradia particular, propriedade do Senhor Capitão Miliciano Médico Agostinho Felício Pereira Caeiro, que viria a ser o seu primeiro presidente e sócio nº. 1, dum total de 31 sócios que lhe proporcionaram o arranque, tendo como coadjuvantes e Sr. Capitão da G.N.R. Manuel António Vieira e o Alferes Miliciano Alexandre Herculano Pires, secretário e tesoureiro, respectivamente.

As quotas mensais nesta fase variavam de acordo com as disponibilidades financeiras de cada um, entre os $50 e 2$50. Nesta altura ficaram subordinadas à então Agência de Évora as "delegações" ora existentes nas diversas localidades do distrito tais como: Arraiolos, Borba, Portel, Redondo, Reguengos de Monsaraz, Viana do Alentejo e Vila Viçosa, não existindo presentemente nenhuma destas delegações que fora encerrando as suas portas à medida que os combatentes da 1ª. Grande Guerra Mundial, que dera razão à sua existência, fora desaparecendo.

Nos primeiros anos de vida a Agência da Liga dos Combatentes do Distrito de Évora, teve várias vezes, que "emalar a trouxa e mudar de poiso". Assim nos primeiros dias de 1925 foi transferida para instalações no interior do Quartel-general da 4ª. Divisão do Exército, onde permaneceu até princípios de Julho de 1932, altura em que transitou para a Rua Gabriel Victor Monte Pereira nº. 21-1º. Em Abril de 1933, voltou a instalações militares, desta vez no edifício da Antiga Cadeia dos Estudantes de Évora e onde naquela época funcionava o Distrito de Recrutamento e Mobilização nº. 16. Ali permaneceu, desta vez por um periodo mais longo, até que aquele edificio foi cedido ao Ministério da Educação, para instalação da Universidade de Évora em 1993, data em que veio ocupar as instalações onde hoje se en contra o actual Núcleo de Évora da Liga dos Combatentes, por cedência do Quartel-general da Região Militar Sul.


DATA DA FUNDAÇÃO

Em 16 de Outubro de 1989, foi celebrado em Évora o 68º. Aniversário da Liga dos Combatentes a nível nacional que com o apoio de diversas entidades locais decorreu de forma satisfatória para os sócios que participaram nas diversas cerimónias relativas a esta efeméride, tendo neste dia, enquadrado nas referidas cerimónias sido descerrada pelo Exmº. General Altino de Magalhães, presidente da Direcção Central, uma lápide na fachada do prédio que serviu de primeiras instalações quando da sua fundação.

O Núcleo todos os anos tem levado a efeito diversas actividades, quer a nível cultural, quer a nível desportivo e convívio, como: excursões, almoços de convívio entre os sócios e seus familiares, pescarias, etc...

Organiza e participa anualmente nas comemorações de diversas efemérides tais como: Batalha de La Lis (Dia do Combatente), dia de Finados e dia do Armistício. Participa igualmente em iniciativas organizadas pelas diversas entidades para as quais é convidado.

A maioria destes sócios é constituída por indivíduos que combateram no Ultramar entre os anos de 1961 e 1975, e entre eles homens das mais diversas actividades do país, desde o General ao Soldado, desde médicos e engenheiros a operários fabris e trabalhadores rurais.